PROFESSOR FÁBIO SALVARI

HISTÓRIA É ROCK !!!!

19 de out de 2012

GABARITOS - SOCIOLOGIA 1º E 2º ANOS

Sociologia - 2º ano

1 - (UFPE)


As incertezas do mundo contemporâneo trazem medos e desfazem antigas utopias políticas. Vivemos numa sociedade de massas, com avanços tecnológicos e apelos consumistas cotidianos, embora subsistam muitas desigualdades sociais. Historicamente, neste mundo de inquietudes e turbulências, o Brasil:

a) mudou em muitos aspectos, derrubando o que restava de conservadorismo.

b) conseguiu avançar na modernização, apesar das dificuldades sociais.

c) transformou–se politicamente, criando uma estrutura partidária estável.

d) consolidou–se como potência industrial, urbanizando–se sem problemas.

e) perdeu sua autonomia cultural, sendo apenas um reflexo do mundo internacional.



Gab: B



2- (UERJ)

A televisão tornou-se, nos últimos trinta anos, o principal meio de comunicação na sociedade brasileira. As duas imagens possibilitam a identificação da seguinte característica dessa expansão e um de seus efeitos:



SCHWARCZ, Lilia M. (org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.



a) popularização dos programas transmitidos – massificação dos hábitos de consumo

b) substituição da radiodifusão – ampliação dos direitos de cidadania

c) diminuição do consumo de materiais impressos – alienação em relação aos valores culturais

d) difusão tecnológica – aumento da inclusão social



Gab: a

3- (FUVEST SP)

Sobre os últimos 50 anos no Brasil, é possível afirmar que:

a) Cresceu a população das cidades, desapareceu a dependência econômica e acentuou-se o preconceito racial.

b) Progrediu a tendência ao federalismo, a Igreja Católica perdeu seu poder e foram raras as crises econômicas.

c) Aumentou o setor de serviços, houve significativo êxodo rural e a condição da mulher transformou-se.

d) Melhorou a pesquisa científica, a economia atingiu patamares de primeiro mundo e a tecnologia alcançou a maioria da população.

e) Avançou a reforma agrária, a renda nacional passou a ser melhor distribuída e aumentou o protecionismo à produção nacional.



Gab: C





04 - (UESC BA)

A charge denuncia, de forma satírica,



a) o alto preço da implantação da televisão digital.

b) a deficiência na transmissão de sinais de TV, nas favelas brasileiras.

c) a desigualdade social e as deficientes condições de moradia da população pobre do país.

d) os gastos supérfluos da população suburbana, que compra televisão toda vez que há um lançamento no mercado.

e) os problemas de saneamento básico e falta de escolas nas áreas de moradia da população pobre das grandes cidades brasileiras.



Gab: c



05 - (UERJ)



(Jornal do Brasil , 27/02/1994)



O desmonte do Morro do Castelo, em 1922, e a reabilitação do Paço Imperial, a partir de 1985, são exemplos de ações políticas que se baseiam em distintas concepções de preservação de sítios históricos.

Os fatores ideológicos que nortearam tais ações nesses momentos históricos de mudança e de permanência, respectivamente, são:

a) superação da ordem colonial e resgate da memória social

b) negação da origem européia e estruturação do poder público

c) difusão dos princípios positivistas e construção da cidadania ativa

d) substituição do ideário monárquico e emergência da cultura popular



Gab: A



06 - (UERJ)

Disneylândia



(...)

Música hindu contrabandeada

por ciganos poloneses faz sucesso

no interior da Bolívia.

(...)

Multinacionais japonesas instalam

empresas em Hong-Kong e

produzem com matéria-prima brasileira

para competir no mercado americano.

(...)

Titãs



Samba do approach



Venha provar meu brunch

saiba que eu tenho approach

na hora do lunch

eu ando de ferryboat

eu tenho savoir-faire

meu temperamento é light

minha casa é hi-tech

toda hora rola um insight

(...)

Zeca Baleiro



Os fragmentos das letras de música fazem referência a várias dimensões do processo de globalização vigente no sistema capitalista, sobretudo a partir da década de 1980.

Uma característica econômica e uma tendência desse processo, respectivamente, são:

a) estatização das empresas – homogeneização do consumo

b) redução da intervenção estatal – padronização de culturas

c) internacionalização dos processos de produção – diminuição da exclusão social

d) segmentação dos investimentos internacionais – diversificação dos modelos educacionais



Gab: B



7 ) A mudança pode ser causada por diversos fatores. Exceto:

a) Fatores geográficos – processos que levam ao êxodo ( migração )

b) Fatores econômicos – Desenvolvimento econômico contribui para as mudanças, ex.: Revolução Industrial. ( Passagem de uma classe a outra )

c) Forças centrípetas – aquelas que tem origem no centro da própria sociedade através da invenção e patrimônio cultural

d) Fatores culturais – surgimento de uma nova crença social, ex.: cristianismo, islamismo.

e) Fatores sociais – Conflitos entre classes ( Ex.: Revolução Francesa )



Gabarito: C



8 ) As atitudes individuais e sociais que favorecem ou rejeitam a mudança social podem ser classificadas em quatro tipos. Entre as proposições abaixo podemos excluir:

a) conservadora

b) libertadora

c) progressista

d) reacionária

e) revolucionaria

gabarito: B



9 – As barreiras oriundas da própria estrutura social e que dificultam ou impedem a mudança social é denominado(a):

A) obstáculos

B) invenção

C) descoberta

D) aculturação

E) resistência



gabarito : A



10 – Em sociologia quando estudamos as mudanças provenientes de outras sociedades denominamos:

A ) resistência cultural

b) patrimônio cultural

c) forças endógenas

d) forças exógenas

e) atitude reformista

gabarito: D

    ================================================================   Gabarito - sociologia 1º ano      1 – Alguns sociólogos em seus estudos tentam diferenciar sociedade de comunidade. Para que se configure uma comunidade é necessário que se tenha certas características. Entre as características abaixo, Não podemos citar:

a)homogeneidade;

b) rigidez;

c)pequenez;

d) nitidez;

e)relações pessoais.



Gabarito B



2 ) Muitos sociólogos costumam a fazer distinção entre sociedade e comunidade. Em sentido amplo, a expressão comunidade refere-se à totalidade das relações sociais entre os seres humanos. Para Ferdinand Tönnies:

a) Não existe distinção entre sociedade e comunidade.

b) A comunidade se dá pelas relações superficiais e autônomas;

c) A comunidade é muito mais ampla em seus sentidos, pois a psicologia dos indivíduos sustentadas pela rigidez.

d) a comunidade é definida pelo ato de “viver junto, de modo íntimo, privado e exclusivo” , como na família.

e) A urbanização só fez crescer o sentido de comunidade, haja vista que as relações foram se afrouxando.



Gabarito: D



3 ) Para Ferdinand Tönnies, sociedade é:



a) formada por um conjunto de leis e regulamentos racionalmente elaborados.

b) Formada por relações sociais que tendem a ser informais e pessoais;

c) Formado por indivíduos que dependem diretamente uns dos outros para seu sustento.

d) Formada por relações pessoais apenas primárias haja vista o grau de integração dos indivíduos

e) Sustentada pela Igreja, Estado, poder público e a polícia que determinda os laços de amizades dos indivíduos.

Gabarito: A



4 ) As novas relações sociais, fruto da sociedade contemporânea, fez surgir um novo tipo de vida. Estamos falando:

a) De novas relações sociais que se baseiam em relações indiretas, são os chamados singles, pessoas que preferem viver sozinhas .

b) De antigas relações sociais que permitem viver em comunidade, negando a sociedade societária.

c) De relações mais duradouras haja vista que o casamento se tornou a única opção de viver em família

d) Da vida atribulada dos grandes centros urbanos fruto da ganância, ódio racial e preconceito.

e) Todas as alternativas estão corretas.



Gabarito A



5 ) Em muitos bairros mais pobres, mesmo numa sociedade societária, preservam-se certos valores das antigas comunidades. Diante dessa situação analise as proposições abaixo e marque a alternativa errada:

a) Nesses lugares, a vida gira em torno da família , do local de moradia, das relações de vizinhança.

b) O vizinho, muitas vezes, passa a ser quase um membro da família, um companheiro nas horas de dificuldade.

c) A dificuldade do Estado intervir em certos lugares, permite que a comunidade, muitas vezes, tente “fazer justiça com as próprias mãos”.

d) O motivo é a falta de credibilidade e legitimidade das instituições sociais.

e) Os contatos primários são substituídos pelos secundários, as pessoas começam a se desiludir com os membros da comunidade, pois o egoísmo passa a imperar na vida dos indivíduos.

Gabarito E



6 - Para a sociologia, grupo social é:

a) toda reunião mais ou menos estável de duas ou mais pessoas associadas pela interação

b) qualquer associação de pessoas que tem um objetivo comum.

c) A organização formada por indivíduos que tem por objetivo o enriquecimento pessoal.

d) a união de todos os indivíduos da sociedade capitalista. Essa união é estável e numerosa.

e) Formada por indivíduos que se unem através apenas da identificação de outros membros da comunidade.



Gabarito: A



7 ) (UEL PR)

Nas cidades brasileiras, ao longo das três décadas iniciais deste século, o ritmo das mudanças sociais causou certa apreensão nos segmentos mais conservadores da sociedade, que já experimentavam algumas das transformações em curso no país.

Sobre o comportamento social nos centros urbanos, nesse período, é correto afirmar:

a) A Igreja e os juristas, através da Constituição de 1891, reconheceram a igualdade de direitos da mulher no casamento.

b) Determinados setores da população – proletários, imigrantes e mulheres pobres – aderiram sem restrições à prática do casamento civil.

c) A rede de distribuição de água e saneamento nas grandes cidades já havia atingido as moradias, o que alterou a rotina de trabalho das donas de casa.

d) As músicas de ritmo sincopado, como o samba, foram incorporadas sem reservas pelas elites sociais.

e) A nova sociedade urbano-industrial manteve reservado às mulheres o papel de esposa e dona de casa e aos homens o de chefe de família.



Gab: E



8) Entre as características de multidão, não podemos atribuir:



a) Falta de Organização – pode até contar com um líder, mas falta normas a serem seguidas e hierarquia definida;

b) Anonimato – Os componentes são anônimos – suas referências se perdem no contexto.

c) Objetivos comuns – os interesses, emoções e os atos são coletivos numa multidão;

d) Diferenciação - os indivíduos são vistos como parte da multidão;

e) Proximidade física – os componentes ficam próximos uns dos outros, mantendo contato direto e temporário.



Gabarito: D



9 - (UERJ)

A televisão tornou-se, nos últimos trinta anos, o principal meio de comunicação na sociedade brasileira. As duas imagens possibilitam a identificação da seguinte característica dessa expansão e um de seus efeitos:



SCHWARCZ, Lilia M. (org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.



a) difusão tecnológica – aumento da inclusão social

b) substituição da radiodifusão – ampliação dos direitos de cidadania

c) popularização dos programas transmitidos – massificação dos hábitos de consumo

d) diminuição do consumo de materiais impressos – alienação em relação aos valores culturais



Gab: C



10 - - (UESC BA)

A charge denuncia, de forma satírica,



a) a desigualdade social e as deficientes condições de moradia da população pobre do país.

b) o alto preço da implantação da televisão digital.

c) a deficiência na transmissão de sinais de TV, nas favelas brasileiras.

d) os gastos supérfluos da população suburbana, que compra televisão toda vez que há um lançamento no mercado.

e) os problemas de saneamento básico e falta de escolas nas áreas de moradia da população pobre das grandes cidades brasileiras.



Gab: a















Nenhum comentário: